Baixe a apresentação
Home / Segmentos / Indústrias

Indústrias Indústrias

Produtividade em Gestão Empresarial

Solução em Gestão para Indústrias

Premiada como uma das melhores soluções para indústrias de médio e grande porte do país, a solução de gestão Cigam para indústrias oferece aos gestores uma ampla visão da empresa ao facilitar os processos e a assertividade das informações. Produzindo maior agilidade no acompanhamento da produção e na comunicação entre cliente e fornecedor, resultando em eficiência operacional, redução de custos e ganhos de produtividade em toda a cadeia fabril.

 

Com experiência de milhares de clientes, a solução de manufatura Cigam atende os princípios consolidados de PPCPM (Planejamento, programação e controle da produção e materiais), atendendo estes requisitos em diferentes ambientes e metodologias de gestão aplicada, sempre agregando as melhores práticas do mercado ao produto, e facilidade de uso de forma a incrementar o uso e produtividade. 

Case de Sucesso no Segmento Industrial: Screw Metalmecânica

Depoimento
Case de Sucesso no Segmento Industrial: Screw Metalmecânica

A Screw Indústria é uma empresa do grupo Agropertences de Cachoeira do Sul que atua há catorze anos no mercado de Sem-Fins (helicoides), laminados e peças agrícolas com grande sucesso e credibilidade, sendo hoje a maior empresa do ramo no Brasil. 

 

Segundo João Augusto, Diretor Executivo, o crescimento da Screw foi acelerado graças às montadoras. "Vimos que o nosso que o nosso sistema antigo era muito rudimentar. Não conseguiamos crescer e desbravar novos negócios como estávamos", conforme relatou João Augusto.

 

Com isso, a Screw escolheu a Cigam por ver que o software de gestão acompanharia o crescimento da empresa. João Augusto finaliza dizendo que "hoje eu recomento a Cigam para muitos colegas empresários. Hoje também percebo que o nosso crecimento é o crescimento da Cigam."

Diferenciais

  • Configuração de produtos, permitindo variações entre características de utilização e regras pré-determinadas no processo produtivo.
  • Controle físico e financeiro do estoque, com atendimento à legislação fiscal e contábil, variando por centros de armazenagens e unidades de negócio.
  • Controle e rastreabilidade do estoque de itens por lote, número de série, grade e configuração;
    Valorização dos estoques integrada à contabilidade, através de diversas técnicas de custeio aceitas pela legislação.
  • Engenharia de produtos e processos, permitindo organizar e detalhar os processos, recursos e materiais necessários à fabricação de um item, facilitando a roteirização (processos produtivos x tempos padrões), a determinação do custo direto de fabricação e apoiando as etapas de planejamento de necessidades de materiais e programação e controle da produção.
  • Utiliza o conceito de " árvore de produto", possibilitando o cadastro de Engenharias de produto com vários níveis de estruturação, ou seja, podendo-se utilizar o conceito de produtos semiacabados, ou semielaborados, na construção de uma Engenharia.
  • Planejamento de necessidades de materiais, utilizando os conceitos de ponto de reposição e MRP.
  • Avaliação da disponibilidade dos estoques através da análise de reservas/encomendas dos mesmos.
  • Planejamento mestre da produção (MPS) com avaliação de planejamento de vendas, simulação de cenários e integração com o MRP.
  • Programação e controle da produção, com geração e acompanhamento das ordens de produção em todas as etapas do processo produtivo, avaliando processos, recursos e materiais utilizados.
  • Sequenciamento e otimização da produção com capacidade finita e análise dos recursos (restrições ou gargalos).