Home  /  Blog  /  Mercado  /  3 argumentos que você pode usar em uma conversa sobre Bitcoin e Blockchain:

3 argumentos que você pode usar em uma conversa sobre Bitcoin e Blockchain:

Da série: O Futuro das Transações e do Dinheiro, por Fabio Junges

Postado em 11/06/2018 às 09:34

Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no Twitter Compartilhar no Pinterest Compartilhar no LinkedIn Compartilhar no Facebook

Estes dois assuntos estão ‘na boca do povo’, mas manter uma argumentação sobre eles não é tarefa fácil, pois os conceitos são abstratos, a tecnologia é complexa, e provavelmente é a primeira vez que você vai pensar em um dinheiro puramente digital e criptografado.

 

O assunto é realmente interessante e precisamos encontrar uma maneira simples de entender o que está acontecendo.

 

Depois de estudar muito estas duas inovações, eu consolidei estes 4 argumentos que ajudam a explicar diferentes perspectivas que você pode usar em uma conversa sobre o assunto.

Argumentos que você pode usar em um conversa sobre Bitcoin e Blockchain
Argumentos que você pode usar em um conversa sobre Bitcoin e Blockchain

1 | O Bitcoin como um investimento

    Bitcoin é um ativo financeiro que você pode comprar e vender de forma muito semelhante com a operação na bolsa de valores. Muitas vezes é comparado com o ouro em termos de investimento para o futuro, e alcança o status de ‘ouro digital’ da nova economia.

    Para utilizá-lo como investimento é preciso escolher uma corretora, fazer o cadastro, transferir fundos para essa corretora, e realizar as operações utilizando seu celular ou computador. No Brasil, existe uma série de corretoras, e por isso é importante avaliar as taxas cobradas, os prazos para cada operação, e o volume de transações que ela opera.

    Um ponto positivo é que o mercado não fecha! É possível operar 24 horas por dia, 7 dias na semana, ininterruptamente, e os volumes de transação são enormes, a liquidez é imediata. É importante salientar, contudo, que a cotação do Bitcoin é bastante volátil, e apresenta grandes oscilações em pouco espaço de tempo.

2 | O Bitcoin como uma moeda

    Bitcoin é uma moeda, 100% digital, não emitida por qualquer governo e não há um banco central que a controle. Possui características de moeda: ser um meio de troca (aspecto essencial e que ainda está em desenvolvimento), ser uma unidade de conta e permitir a reserva de valor. Além disso, atende premissas importantes para ser uma moeda: é escasso, divisível, portátil e difícil falsificação (praticamente impossível);

    É imune à inflação provocada pela desvalorização do dinheiro em países de economia frágil; sendo algumas vezes o refúgio para manter o poder de compra dos cidadãos destes países.

    Além disso, é possível dizer que Bitcoin é a mais pura manifestação da economia livre de mercado, da relação entre a oferta e demanda de mercado. Provavelmente não substituirá a moeda soberana de um país (Real, Dólar, Euro, etc), mas pode alcançar status de primeira moeda global criada pelo homem, pois países como o Japão e a Eslovênia já reconhecem o Bitcoin como moeda oficial para compra de produtos e serviços no país.

3 | O Bitcoin como uma tecnologia: a rede Blockchain

    Há quem diga que a grande inovação do Bitcoin não é a moeda em si, mas a tecnologia que suporta a sua arquitetura: a rede Blockchain. Explicado de uma forma bem simples, Blockchain é a tecnologia que permite que uma transação (financeira, por exemplo) seja efetuada sem a necessidade de um intermediário (geralmente um banco).

    Os participantes dessa rede possuem uma cópia dos registros de todas as transações e ajudam a validar as novas transações que serão efetivadas. Todas as transações são agrupadas em blocos, e um bloco está digitalmente conectado ao anterior, formando uma cadeia de blocos, uma blockchain. Essa característica torna a Blockchain praticamente incorruptível, pois utiliza uma combinação de criptografia de alto nível e a aplicação de chaves pública e privada para garantir a segurança das transações.

    Além de transações financeiras, a Blockchain pode ser utilizada para registrar qualquer transação de informações digitais, o que amplia o potencial de uso desta tecnologia para uma infinidade de aplicações.

Por fim...

... mas não menos importante, é preciso compreender os desafios e as limitações do Bitcoin e da Blockchain. As duas inovações são muito recentes, e embora parece terem vindo para ficar, ainda há muita polêmica e dúvida sobre como superar algumas barreiras. Existe muita especulação sobre o assunto e por isso a importância de escolher com cuidado a fonte de informação e conhecimento.

Comentários