Home  /  Blog  /  Gestão  /  Como estará sua empresa após a crise do Coronavírus?

Como estará sua empresa após a crise do Coronavírus?

Uma reflexão sobre os tempos de readaptações e incertezas que vivemos.

Postado em 16/04/2020 às 11:46

Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no Twitter Compartilhar no Pinterest Compartilhar no LinkedIn Compartilhar no Facebook

Vivemos um tempo de readaptações e incertezas, o novo Coronavírus (COVID-19) só veio para reafirmar isso, pois está obrigando empresas do mundo todo a modificarem suas estruturas. Então, para iniciarmos essa conversa, levantamos uma reflexão muito necessária para esse momento: Como estará sua empresa após a crise do Coronavírus?

 

Grandes avanços da ciência ocorrem em função da necessidade humana de sobrevivência, seja num passado remoto ou no tempo presente. Sendo assim, é hora de olharmos para os nossos negócios e identificarmos quais áreas e processos necessitam de avanços para garantir a sobrevivência dos nossos negócios.

 

O impacto do COVID-19 no mundo digital.

 

O home office está sendo uma alternativa ao isolamento social imposto pelo governo. Nesse sentido, diversas pessoas passaram a utilizar das ferramentas digitais para resolver questões e, de certa forma, continuar gerenciando as suas atividades. Todavia, a maioria das empresas não está preparada para essa nova realidade.

 

A International Data Corporation (IDC), principal fornecedor global de inteligência de mercado, serviços de consultoria e eventos, realizou uma pesquisa na China em fevereiro de 2020, onde a pesquisa aborda o impacto do novo Coronavírus em diversos setores da economia.

 

Principais aspectos negativos:

  • Impossibilidade de realizar visitas aos clientes;
  • Redução significativa nos resultados de vendas;
  • Incapacidade de retomar a produção;

 

Principais aspectos positivos:

  • Trabalho colaborativo de longa distância, que aprimorou a capacidade coorporativa;
  • Valorização da transformação digital e da tecnologia da informação entre os membros de uma empresa;
  • Ampliação da capacidade de marketing online e desenvolvimento de negócios.

 

A importância da Transformação Digital para a retomada dos negócios pós pandemia.

 

O que percebemos é que, com a crise instalada pelo vírus, essa necessidade de mudança deixou de ser projeção e passou a ser uma medida emergencial, principalmente para os pequenos e médios negócios.

 

Um relatório publicado pela IDC, traz informações relevantes sobre a transformação digital onde destacamos três apontamentos interessantes para o momento:

 

1. Até o final de 2020, cerca de 55% das empresas terão modelos de negócios habilitados digitalmente.

2. Até o final de 2020, cerca de 30% das empresas investirão pelo menos 10% do seu capital em estratégias digitais.

3. Até 2023, cerca de 34% dos trabalhos passarão a atuar em conjunto com formas de Inteligência Artificial. Isso exigirá a atualização de processos operacionais nas empresas;

 

Isso aponta que uma mudança de comportamento vem sendo considerada antes mesmo do COVID-19. Dessa forma, empresas que já operavam com escritórios colaborativos, marketing online, videoconferências, gerenciamento de clientes, suporte e serviços remotos, estão enfrentando os impactos da pandemia com mais desenvoltura.

 

Mas o fato é que, empresas que ainda não iniciaram a transformação digital também irão se reposicionar quanto a tecnologia, procurando adaptar a capacidade tecnológica e de investimento para plataformas digitais.


 

"A transformação digital se tornou uma estratégia central para as empresas. Não é algo que possa ser feito da noite para o dia, mas levará pelo menos 10 anos para ser concluído".

 

Wu Lianfeng,
Vice-presidente e analista-chefe da IDC China

 


Além disso, para as empresas se prepararem para o processo de transformação digital, terão de concentrar esforços em cinco aspectos principais, ainda em 2020:

 

1. Criar sistemas de teletrabalho e colaboração corporativa;

2. Adotar novos modelos de negócios e estratégias de crescimento online;

3. Moldar culturas e organizações digitais competitivas;

4. Promover a redução de custos, melhorando a eficiência operacional;

5. Explorar cenários de aplicativos industriais de 5G e IoT (internet das coisas).

 

Então, é o momento de maximizar esforços para transformar a crise em oportunidades de negócios. Esses esforços consistem em:

 

» Agilizar a implementação de novas estratégias de transformação digital;

» Apoiar as empresas na busca por pontos de descobertas e inovações nos negócios;

» Alcançar um desenvolvimento corporativo saudável e sustentável.

 

Por tanto, todas as empresas que conseguirem antecipar os processos de transformação digital e ao mesmo tempo repensar as bases do seu modelo de negócios estão um passo a frente da concorrência. E a sua empresa, estará um passo a frente ou atrás da concorrência?

 

 

Vivian Maldaner

Comercial da Rede CIGAM

Comentários