Home  /  Blog  /  CIGAM  /  ERP CIGAM auxilia na tomada de decisão da Contatti

ERP CIGAM auxilia na tomada de decisão da Contatti

Postado em 05/04/2017 às 16:54

Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no Twitter Compartilhar no Pinterest Compartilhar no LinkedIn Compartilhar no Facebook

Contatti, empresa especializada na comercialização de produtos na área da saúde, adotou a solução de ERP (Enterprise Resources Planning) da CIGAM para cerca de 60 usuários. Com a solução, a empresa conquistou uniformidade e facilidade no acesso às informações, agilidade na tomada de decisão e integração dos seus departamentos.

 

Para André Souza Machado, gerente de operações da Contatti, os diferenciais do ERP CIGAM são: integração e abrangência de seu sistema.

 


 

"Com ele conseguimos uma melhor interação entre os setores da empresa, foi possível fazer customizações nos módulos de Serviços e Comercial, adaptando a ferramenta à nossa necessidade. Esses são fatores que facilitam o acesso às informações, padronizam os dados disponíveis e otimizam a rotina da organização. Antes do ERP CIGAM, enfrentávamos problemas devido à falta de uniformidade dos conteúdos no sistema, além do volume de retrabalho gerado devido à falta de um programa integrado".

 

André Souza Machado

Gerente de Operações da Contatti

 

 


 

O projeto implantado pela CIGAM Vital Byte na Contatti conta com 19 módulos: DIRF; Gestão de Benefícios; Gestão Financeira; Vendas/CRM; Logística e Distribuição; Gestão de Materiais; Suprimentos/Compras; Escrita Fiscal; Contabilidade; Controle Patrimonial; Contratos; Gestão de Serviços; Custo Estrutural, Estratégia de Preços; Faturamento e Pedidos; Configurador de Produtos; Folha de Pagamento; Frequência/Acesso e BI - Indicadores.

 

Segundo o gerente de operações da Contatti, a empresa prevê a expansão do projeto com a implantação de novos módulos. Ele também destacou a participação da CIGAM Vital Byte no projeto. "Tivemos o apoio da Vital Byte durante todo o projeto, a participação dessa unidade foi muito positiva", afirma.

Comentários