Home  /  Notícias  /  Bem-vindo à Era da Inteligência Produtiva

Bem-vindo à Era da Inteligência Produtiva

A Era do CIGAM 11

Postado em 11/04/2017 às 10:33

Novo Hamburgo, março de 2017 - A Rede Cigam, fornecedora de software de gestão empresarial (ERP, CRM, RH, PDV, BPM, Mobile e BI), lança o Cigam 11, a mais nova versão do seu ERP com tecnologia de Computação Cognitiva, desenvolvida em parceria com a IBM. A companhia investiu R$ 6,2 milhões para desenvolver a solução.

 

Foram mais de 100 mil horas de pesquisa e desenvolvimento do produto, que atendeu novas demandas fiscais, mas, principalmente, sugestões que vieram de clientes e parceiros, tornando-se uma ferramenta preditiva de gerenciamento. Fruto da parceria com a IBM, o software da Cigam agora aprende com o cliente graças às soluções em Computação Cognitiva criadas pela gigante do ramo de TI, que faz com que a ferramenta aumente a produtividade do usuário de acordo com suas próprias demandas operacionalizadas.

 

"Desenvolvemos uma solução com o que há de mais inovador em termos de tecnologia. Aliando a experiência da Cigam em sistemas de gestão, com a capacidade da IBM, criamos um ERP pós-moderno seguindo as tendências previstas pelas principais consultorias que aprende com o cliente e fica cada vez mais produtivo à medida em que é utilizado. Estamos transcendendo limites e agregando ainda mais qualidade à ferramenta, com novas funcionalidades e uma curva de aprendizado muito acima do que o mercado oferece", afirma Robinson Klein, CEO da Cigam.

 

O Cigam 11 atende com exatidão comandos de voz, permitindo que o cliente opere qualquer funcionalidade pela fala. Além disso, opera com uma aplicação de software que simula interações humanas, um bot, que desempenha tarefas com eficiência e analisa informações em alta velocidade, adequando-se ao comportamento do usuário, e que pode ser integrado também a conceitos de Internet das Coisas (IoT).

 

‘A transformação digital vem com muita velocidade e está remodelando muitas aplicações de software, especialmente o ERP. Uma interface de usuário assistiva e conversacional se tornará um diferencial primário na seleção de muitos sistemas de gestão e aplicações associadas. Essas interfaces e a inteligência subjacente, que se prevê que apareçam dentro do ERP, serão as mudanças do jogo’, salienta Klein.

 

Outro importante incremento é na parte de CRM. Por meio de reconhecimento da escrita, ou comando de voz, o sistema responde questões e também perfila o usuário, identificando que tipo  de approach será mais eficiente, personalizando o atendimento, eliminando etapas, aumentando a rapidez do trabalho e a efetividade de prospecção.

 

‘A Cigam é uma das grandes parceiras que temos na América Latina, ousando e avançando muito nas pesquisas com a tecnologia de Computação Cognitiva desenvolvida pela IBM. Ainda estamos criando estratégias e formatando alternativas para potencializar cada vez mais o conceito e agregar soluções que tornem a vida do usuário muito mais fácil e impulsione os resultados das empresas’, explica Francis Ricalde, consultor Técnico de Vendas e Distribuição da IBM.

 

Também foram incutidas na solução um novo layout mais fácil e ágil, além de comandos por voz e chatbot para os usuários tirarem dúvidas e resolver problemas, aumentando a agilidade do atendimento em Vendas/Telemarketing e Suporte/Help Desk.

 

"Com a inteligência artificial, quebramos um paradigma de relacionamento entre clientes e empresas. Criamos uma nova forma do usuário interagir, através de chatbot, gerando uma automação que otimiza os atendimentos. Além disso, através do comando de voz, estamos simplificando o ERP e atingindo um número maior de pessoas para sua utilização, facilitando a gestão do negócio", explica Maurício Ouriques, gerente de Produto da Cigam.

 

A Cigam criou o conceito de Inteligência Produtiva, que é a união dos fatores responsáveis pela transformação digital: Inteligência Humana Inteligência Artificial.

 

"Aliar a capacidade das pessoas com a tecnologia é o que possibilita a prática da cultura da facilidade e alta produtividade nas empresas. É a nossa inteligência trabalhando para o negócio dos clientes", diz Klein.

Além disso, as telas são customizáveis pelo cliente, com novos gráficos mais assertivos, com uma plataforma mais rápida e que potencializa o uso dos servidores do cliente, otimizando memória RAM e diminuindo a necessidade de uma infraestrutura de TI robusta por parte do cliente.

 

Descubra o CIGAM 11